• Anula Multa

Vender o carro: 8 cuidados que você precisa para fazer um bom negócio

Atualizado: 22 de jun.

Seja para fazer negócio com pessoa física ou para entregar na troca de um outro carro, vale a pena prestar atenção a alguns detalhes


Ninguém quer fazer um mau negócio na hora de vender o carro. Afinal, quanto melhor o acerto, menos você vai ter que pagar na compra de um veículo novo ou mais recheada vai ficar a poupança que você está fazendo.

E não importa se você vai fazer uma troca sozinho, negociando direto com o comprador, pessoa física, ou se você vai entregar na concessionária onde vai tirar seu veículo novo. Alguns detalhes ajudam a valorizar o seu bem, além de evitar qualquer aborrecimento com a burocracia. Fique atento!


Antes de colocar à venda


O processo para vender o carro começa antes mesmo de preparar o anúncio. Saiba o que é necessário para ter um investimento o mais baixo possível — e que traga um retorno alto.


1. Verifique se os documentos estão em dia


Faça um rápido levantamento nos sistemas do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). Assim você vai ficar à par da situação burocrática do veículo.

Confira se o licenciamento está quitado, se tem alguma multa não paga e se o IPVA está em dia. Se houver qualquer pendência no licenciamento, por exemplo, não vai ser possível mudar o dono do veículo.


2. Faça uma revisão no carro


Procure um mecânico que você já conheça ou alguém com referências para fazer uma revisão completa no carro. O que vai ser verificado nessa revisão básica depende da quilometragem, da marca e do modelo do carro, mas confira óleo, filtros, luzes e faróis, pneus, alinhamento e balanceamento.

Essa revisão também pode deixar para ser feita quando já tiver encontrado um comprador em potencial, possibilitando que ele acompanhe todo o procedimento. Caso esteja no período da revisão de qualquer maneira, faça; isso vai contar como um ponto positivo para a negociação.


3. Mantenha o carro em bom estado


Lave e aspire o carro por dentro. O aspecto do carro conta muito na hora de atrair compradores e agradá-los, afinal ninguém quer um carro com claros sinais de desleixo.

Se quiser, faça um polimento, mas pense bem antes de refazer a pintura em caso de arranhões. Um serviço mal feito pode levar o comprador a acreditar que o carro passou por uma batida mais grave e que você está tentando disfarçar problemas maiores.


Cuidados na hora de vender o carro


Revisão feita, documentos em dia, carro pronto, agora é a hora de se preparar para anunciar e negociar.


4. Tenha um preço definido


O preço é o que vai guiar todo o processo de compra e venda. Faça uma pesquisa do valor de mercado de um carro com as características iguais ao seu. Consulte a Tabela Fipe, nela é possível ter uma base de valor a cobrar.


5. Prepare o anúncio


Escolha sites confiáveis para publicar o anúncio do seu carro. Aproveite também as suas redes sociais, se quiser. Vai que algum amigo está exatamente à procura de um carro usado para comprar?

Aproveite algum horário durante o dia para tirar boas fotografias para os anúncios. Faça imagens mais amplas, mostrando o carro como um todo, de vários ângulos. Também não deixe de fotografar detalhes positivos que você queira ressaltar; se o carro tiver algum pequeno defeito importante de mostrar, registre também — assim o comprador se sentirá seguro e confiará em você. Aqui, uma dica importante: após registrar as fotografias, utilize algum aplicativo de edição e borre a placa do veículo. Isso evitará a ação de quadrilhas especializadas em clonagem de veículos.


Um anúncio básico deve ter pelo menos as seguintes informações:

  • Modelo, marca, cor

  • Ano da fabricação e ano da compra

  • Quilometragem

  • Número de portas

  • Tipo de combustível

  • Itens incluídos de fábrica


6. Tenha cuidado com golpes


Não marque para mostrar o carro em locais pouco movimentados. Prefira estacionamentos de shoppings, por exemplo.

Se o comprador vier com uma proposta para parcelar o pagamento do carro, não aceite. Recomende que ele financie com alguma empresa ou faça um empréstimo.

Só feche o negócio quando o dinheiro estiver efetivamente na sua conta. Não aceite apenas um comprovante de transferência ou de depósito. Nunca é demais lembrar também que a transferência dos documentos do veículo só deve ser feita quando o dinheiro estiver disponível na sua conta.


Cuidados depois de vender um carro


Tudo correto com o possível comprador, o dinheiro já entrou na sua conta e agora? Desde 2021 o passo a passo para transferir um carro pode ser feito digitalmente — mas só em alguns casos. Veja como fazer.


7. Preencha a ATPV


A Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV) é um documento que deve ser preenchido em sua totalidade pelo então dono do carro que será vendido. Não abra a possibilidade para que alguém preencha com dados falsos (inclusive dados de um comprador diferente do que você havia sido informado).

Para carros registrados ou transferidos antes do ano de 2021, a ATPV fica no verso do Certificado de Registro do Veículo (CRV) físico, aquele documento verde. No caso do carro ter sido registrado depois de 2021 (ou já ter sido transferido nesse mesmo período), a ATPV é digital e deve ser solicitada ao Detran.

Carros registrados antes de 31 de janeiro de 2020 devem ter o CRV preenchido em cartório. A partir da data escrita nesse documento, o comprador tem um prazo de 30 dias para concluir o processo de compra e passar o veículo para o próprio nome.

É preciso também pagar a taxa de transferência. Os valores são diferentes para cada Estado.


8. Entregue a documentação e finalize o processo de venda


Cada Estado tem sua própria lista de documentos necessários para transferir um veículo. Novamente, vai ser necessário consultar o Detran, mas é comum exigir:

  • CNH, RG e/ou CPF

  • Comprovante de residência atualizado no nome do proprietário do veículo

  • Laudo da vistoria

  • Original do CRV

  • Comprovante de pagamento das taxas do Detran, incluindo transferência e emissão do novo CRV

O processo não costuma levar mais de 20 dias para ser finalizado. Se você está vendendo um carro, fique atento a todos esses passos, mesmo que não sejam totalmente da sua responsabilidade e só esqueça do assunto quando não tiver mais o seu nome em nenhum documento do seu antigo carro.




106 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo