top of page
  • rauanny5

Como fazer uma gestão de multas para frotas eficiente

Quem tem um negócio que depende de uma frota não pode vacilar na hora de controlar as multas de trânsito


Não importa o tamanho da empresa, seja ela pequena, média ou de grande porte. É fundamental fazer uma boa gestão de multas de trânsito, principalmente quando ter uma frota é o seu negócio.


O que é gestão de multas


Uma gestão de multas eficiente trata não só de cumprir prazos para recorrer ou pagar, mas também de evitar que elas aconteçam.

Esse trabalho é feito em duas frentes. A primeira é qualificando, conscientizando e educando os motoristas para reduzir o número de infrações. A segunda é gerenciando as multas recebidas: providenciando o pagamento, abrindo recursos, indicando condutor responsável (e assim evitando a multa NIC) e monitorando aqueles motoristas com mais pontuação.

Quem faz a gestão de multas de uma maneira mais ampla é capaz também de detectar possíveis falhas na operação. Por exemplo, se há muitas multas por velocidade acima do permitido, talvez os prazos para entrega estejam apertados demais.


Benefícios de uma boa gestão de multas


O benefício mais óbvio é controlar gastos e custos desnecessários que podem levar a um grande prejuízo da empresa. Multas são como bolas de neve, principalmente quando não se leva em consideração fatores como os prazos para pagar e recorrer.


1. Evitar multa NIC


Esse é um tipo de infração exclusiva para as pessoas jurídicas. Multas apenas podem ser vinculadas a Carteiras Nacionais de Habilitação. Por sua vez, a CNH só pode ser vinculada a um CPF — e não a um CNPJ. Por isso, todas as vezes que for emitida uma multa a um veículo com Renavan associado a um CNPJ, é preciso indicar um motorista infrator.

A multa NIC é exatamente emitida quando isso não é feito (NIC é uma sigla para não indicação do condutor).

Se a gestão de multa falha em saber quem estava conduzindo aquele veículo naquele dia e horário em que foi emitido o auto de infração, pode falhar nesse passo e o prejuízo fica ainda maior: o valor inicial da infração é multiplicado por dois.


2. Diminuir gastos


Multas são caras. Mesmo as mais leves, para quem tem uma frota, podem custar muito para o cofre de uma empresa, afinal, o valor pode ser multiplicado.

Pense que você tem uma frota de 10 carros, com motoristas profissionais trabalhando para aplicativos diariamente. E então todos eles recebem uma multa leve, por parar o veículo na calçada, por exemplo. Foi um descuido simples, mas só nessa conta a empresa pode ter que pagar R$ 883,80 que não estavam previstos no orçamento.


3. Manter a disponibilidade da frota


Algumas infrações levam ao recolhimento do veículo. Se isso acontece com um carro que é instrumento de trabalho, a empresa para de gerar essa receita. Se for uma empresa de entrega, que precisa cumprir prazos apertados, pode até precisar pagar multa por isso.


4. Cuidar da imagem da empresa


Imagine que o carro da sua frota é adesiva, facilmente identificado pela população. E o motorista é visto cometendo uma infração de trânsito gravíssima. Isso pode prejudicar de maneira permanente a imagem da empresa.

Uma boa gestão de multas, como já foi dito anteriormente, cuida de educar seus condutores também para esse aspecto. Não cometer infrações é importante para a segurança no trânsito e também para o sucesso geral da empresa.


5. Aumentar a vida útil dos veículos


Com uma direção defensiva, sem manobras arriscadas ou ações que possam danificar os carros, não há necessidade de reparos ou revisões fora do tempo. Pense que multas por alta velocidade podem forçar o motor do veículo de alguma maneira imprevista.


6. Colaborar para a segurança geral


Ao qualificar motoristas e evitar multas, a segurança viária é impactada de uma maneira geral, afinal, estão no trânsito não só os profissionais, mas também todos os outros cidadãos.

Uma multa é apenas uma medida educativa, que tenta coibir as pessoas de fazer o que não está na lei. Quando uma gestão de multas é ampla e não apenas punitiva ou regulatória dos seus subordinados, ela encara motoristas de frota como indivíduos importantes. Assim, cuida de educá-los e qualificá-los cada vez mais.

Essa ação refletirá não só na quantidade de autuações, mas na imagem geral interna entre os funcionários.


Como recorrer de multa de trânsito para carro de frota


Empresas de assessoria para gestão de multas também oferecem o serviço de auxílio jurídico para recorrer multas. Depois de indicar um motorista responsável pelas infrações, o processo de anular multa segue o trâmite normal, afinal é uma pessoa física que responderá pela infração.


Defesa prévia


É interessante, nesse primeiro momento, apontar erros formais. Notificações de autuação podem ser inconsistentes e irregulares.

Erros no preenchimento do auto de infração, inconsistências processuais enquanto se recorre da multa, erros nos equipamentos eletrônicos usados para autuar e sinalização ineficiente na via são alguns exemplos do que apontar num primeiro momento.

Se o recurso for aceito nesse primeiro momento, a multa nem é emitida.


Recurso em 1ª instância


Também conhecido como recurso à Jari (Junta Administrativa de Recursos de Infrações, um órgão colegiado presente em cada Detran), nesta etapa é preciso apresentar argumentos em sua defesa.

Cada caso vai pedir fundamentações variadas, então a ajuda de profissionais capacitados pode ser fundamental para aconselhar o que é um bom argumento ou não.


Recurso em 2ª instância


Essa é a última chance para cancelar uma multa. O argumento definitivo deve ser apresentado para o Cetran (Conselho Estadual de Trânsito). O recurso pode ser reestruturado, levando em consideração novos argumentos, melhores ou mais adequados para essa etapa.

Se a gestão de multas falhou e foi emitida uma multa NIC, é possível recorrer também, seguindo os mesmos passos.

Todas essas etapas podem ser feitas apenas pela pessoa multada, mas os índices de sucesso são maiores quando acompanhados por profissionais com experiência e casos de sucesso. Entre em contato e realize a consulta gratuita!






54 visualizações0 comentário

Kommentit


bottom of page